De acordo com uma nova série de estudos vinda da Langone Medical Center, Universidade de Nova Iorque, duas substâncias químicas cada vez mais utilizadas durante a fabricação para fortalecer envoltórios plásticos, sabão, cosméticos e embalagens de alimentos processados têm sido associadas a um aumento no risco de pressão alta e diabetes em crianças e adolescentes.