UNIVERSITY PARK, Pensilvânia – De acordo com uma equipe internacional de pesquisadores, comer amendoim junto a uma refeição pode ajudar a proteger contra doenças cardiovasculares que podem levar a ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

 

No estudo, homens com excesso de peso e obesos, mas saudáveis, que comeram cerca de 85 gramas de amendoim com uma refeição rica em gordura, tiveram um reduzido aumento de lipídios em sua corrente sanguínea, relatou Penny Kris-Etherton, professora de nutrição da Universidade Estatual da Pensilvânia (Penn State). Ela acrescentou que estudos anteriores mostraram que, após uma refeição, há um aumento nos lipídios sanguíneos e esse pico pode aumentar o risco de doença cardiovascular, que é a principal causa de morte nos Estados Unidos, bem como em todo o mundo.

 

“Normalmente, sempre que comemos algo, as artérias se tornam um pouco mais rígidas durante o período pós-refeição, mas mostramos que se você ingerir amendoim com a sua refeição, isso pode ajudar a evitar essa rigidez ou endurecimento”, disse Kris- Etherton. “Quando a rigidez acontece nas células que revestem as artérias, resultando em elasticidade diminuída, isso pode limitar a disponibilidade de óxido nítrico, e quando há menos óxido nítrico, as artérias não dilatam tanto. O que você deseja é que as artérias se dilatem e que elas sejam realmente elásticas.”

 

Ela acrescentou que, ao longo do tempo, a resposta sob a forma de rigidez arterial pode limitar o fluxo sanguíneo em todo o corpo e fazer com que o coração trabalhe mais, aumentando os riscos de graves problemas cardiovasculares.

 

“À medida que o coração trabalha mais e mais, durante um longo período de tempo, isso pode levar, em última instância, à insuficiência cardíaca.”

 

De acordo com os pesquisadores, que relataram suas descobertas no Journal of Nutrition, comer amendoim pode ajudar a manter as células que revestem as artérias saudáveis mais elásticas. Os pesquisadores mostraram que, quando o amendoim é ingerido junto a uma refeição, o aumento típico pós-refeição de triglicerídeos – um tipo de gordura na corrente sanguínea – fica como reduzido.

 

“Após uma refeição, os triglicerídeos aumentam e isso geralmente diminui a dilatação das artérias, mas o amendoim impede esse grande aumento dos níveis de triglicerídeos após a refeição”, explicou Kris-Etherton. “E esse pode ser o mecanismo por trás desse efeito, porque os triglicerídeos não mostraram aumento, o que pode explicar a razão da não diminuição da elasticidade da artéria.”

 

Os pesquisadores recrutaram 15 homens (saudáveis) com sobrepeso e obesos para o estudo. Os participantes comeram uma refeição com 85 gramas de amendoim moídos sem sal na forma de um shake. Um grupo de controle foi alimentado com um shake de quantidade e qualidade nutricional similar, mas sem amendoim. Os pesquisadores coletaram amostras de sangue dos indivíduos para medir os níveis de lipídios, lipoproteínas e insulina após 30, 60, 120 e 240 minutos.

 

Foi utilizada uma máquina de ultrassom para medir o fluxo sanguíneo dos indivíduos.

 

Segundo os pesquisadores, houve uma redução de 32 por cento nos níveis de triglicerídeos após o consumo da farinha de amendoim (shake) em comparação com o grupo controle.

 

Oitenta e cinco gramas de amendoim é cerca de três vezes a quantidade de uma porção média. Embora os amendoins tenham sido fornecidos sob a forma de um shake para o estudo, apenas comer amendoim deve causar a mesma resposta.

 

Os pesquisadores deram a sugestão de que futuros estudos tenham mais participantes e incluam homens e mulheres.

 

Traduzido por Essentia Pharma

 

Fonte:http://news.psu.edu/story/458500/2017/03/29/research/eating-peanuts-may-lead-supple-arteries-and-healthy-hearts

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”