Um estudo publicado em Pharmaceutical Biology mostra que as ameixas secas podem ajudar a regular a microflora intestinal e, efetivamente, reduzir os níveis de colesterol total. A Prunus domestica Linn (Rosaceae) foi considerada um alimento funcional devido às suas diversas atividades farmacológicas, incluindo antioxidantes, anti-inflamatórias, antidiabéticas e anticancerígenas. Neste estudo randomizado e controlado por placebo, os pesquisadores desejaram verificar a atividade benéfica dos concentrados da essência da ameixa (PEC) em corroboração com a função intestinal e o perfil lipídico em indivíduos com colesterol ligeiramente alto.

 

Sessenta indivíduos saudáveis ​​com colesterol levemente elevado foram escolhidos aleatoriamente e separados em três grupos: placebo (50mL de bebida de ameixa simulada), PEC I (50mL de PEC/dia) e PEC II (100mL de PEC/dia). A investigação ocorreu durante quatro semanas com duas semanas de seguimento sem o consumo de PEC.

 

Os pesquisadores descobriram que os indivíduos que consumiram PEC (I e II) experimentaram uma melhoria notável na população das comunidades de bactérias benéficas, especialmente Bifidobacterium spp, Lactobacillus spp., e da contagem bacteriana anaeróbica total em comparação com a linha de base. Durante o seguimento (6ª semana), os níveis de C. perfringens e E. coli aumentaram ligeiramente, enquanto que os níveis de Bifidobacterium spp, Lactobacillus spp. e a contagem bacteriana anaeróbica total foram marcadamente reduzidos devido à paralisação do consumo de PEC.

 

Além disso, a ingestão de PEC (I e II) diminuiu notavelmente os níveis de colesterol total e colesterol LDL, e aumentou ligeiramente os níveis de colesterol HDL em comparação com a linha de base.

 

Os pesquisadores concluíram que a ingestão de PEC pode alterar positivamente a flora intestinal humana e, assim, melhorar várias funções fisiológicas, beneficiando a saúde. Em estudos futuros, os pesquisadores planejam isolar os componentes ativos da PEC e testá-los mais a fundo quanto à sua capacidade de baixar o colesterol.

 

Referência:Estudo: Chiu HF, et al. Regulatory/modulatory effect of prune essence concentrate on intestinal function and blood lipids. Pharmaceutical Biology. 2017. Doi:10.1080/13880209.2017.1285323

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”