Em um artigo de pesquisa publicado em PLOS Medicine, Huaidong Du da Universidade de Oxford, Oxford, Reino Unido, e colegas relatam que, em uma população chinesa, um maior consumo de frutas frescas foi associado a uma menor incidência de diabetes, bem como a uma menor ocorrência de complicações em pessoas com diabetes.

 

Embora que os benefícios de dietas que incluem frutas e vegetais frescos estejam bem estabelecidos, o teor de açúcar da fruta levou à incerteza quanto aos riscos associados de diabetes e de complicações vasculares da doença. Du e colegas estudaram cerca de 500 mil pessoas que participaram do banco de dados da China Kadoorie Biobank durante cerca de 7 anos de acompanhamento, documentando novos casos de diabetes e registrando a ocorrência de doenças vasculares e morte em pessoas com diabetes pré-existente.

 

Os pesquisadores descobriram que as pessoas que relataram um consumo elevado de frutas frescas apresentaram menor risco associado ao desenvolvimento de diabetes em comparação com outros participantes (razão de risco ajustado [HR] 0,88, IC de 95% 0,83-0,93). Isso corresponde a uma redução estimada de 0,2% no risco absoluto de diabetes em 5 anos. Em pessoas com diabetes, o maior consumo de frutas frescas foi associado a um menor risco de mortalidade (0,83, IC 95% 0,74-0,93 por 100g de fruta/dia), correspondendo a uma diminuição absoluta do risco de 1,9% aos 5 anos, e com menor risco de complicações microvasculares e macrovasculares.

 

Além dos benefícios gerais para a saúde, Du e colegas enfatizam o valor de suas descobertas para as pessoas asiáticas com diabetes cujo consumo de frutas é comumente restringido. A principal limitação deste estudo observacional é que os efeitos do consumo de frutas podem ser difíceis de distinguir das características dietéticas e comportamentais dos participantes.

 

Traduzido por Essentia Pharma

 

Fonte: https://www.eurekalert.org/pub_releases/2017-04/p-ffc040317.php 

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”