A Universidade do Havaí John A. Burns School of Medicine (“JABSOM”) e a empresa de ciências da vida baseada em Honolulu, Cardax Inc., anunciaram conjuntamente os resultados de um estudo em animais avaliando a eficácia de um composto promissor para a terapia antienvelhecimento.

 

A astaxantina mostrou a capacidade de aumentar significativamente a expressão do gene FOXO3, o qual desempenha um papel comprovado na longevidade.

 

“Todos nós temos o gene FOXO3, que protege contra o envelhecimento em seres humanos”, disse o Dr. Bradley Willcox, MD, professor e diretor de pesquisa do Departamento de Medicina Geriátrica, JABSOM e pesquisador principal dos Institutos Nacionais da Saúde que financiou o estudo Kuakini Hawaii Lifespan and Healthspan. “Mas cerca de uma em cada três pessoas carrega uma versão do gene FOXO3 que está associada à longevidade. Ao ativar o gene FOXO3 comum em todos os seres humanos, podemos fazê-lo agir como a versão da ‘longevidade’. Através desta pesquisa, mostramos que a astaxantina ativa o gene FOXO3.”

 

“Este estudo preliminar foi o primeiro de seu tipo a testar o potencial da astaxantina para ativar o gene FOXO3 em mamíferos”,  afirmou o Dr. Richard Allsopp, PhD, professor associado e pesquisador do JABSOM Instituto of Biogenesis.

 

No estudo, os camundongos foram alimentados com comida normal ou com comida contendo uma dose baixa ou alta de astaxantina. Os animais que foram alimentados com a maior quantidade de astaxantina experimentaram um aumento significativo na ativação do gene FOXO3 em seu tecido cardíaco.

 

“Nós encontramos um aumento de quase 90% na ativação do FOXO3 nos camundongos alimentados com a dose mais alta de astaxantina”, disse o Dr. Allsopp.

 

“Esta inovadora pesquisa da Universidade do Havaí apoia ainda mais o papel crítico da astaxantina na saúde e a comunidade de saúde que está abraçando seu uso”, disse David G. Watumull, CEO da Cardax. “Esperamos uma confirmação adicional em ensaios clínicos humanos do papel da astaxantina no envelhecimento.”

 

“Estamos extremamente orgulhosos desta pesquisa muito promissora que poderá ajudar a mitigar os efeitos do envelhecimento em seres humanos”, relatou Vassilis L. Syrmos, vice-presidente de pesquisa da Universidade do Havaí.

 

 

Traduzido por Essentia Pharma

 

Fonte:https://www.eurekalert.org/pub_releases/2017-03/uohc-acf032717.php

 

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”