Uma nova pesquisa executada em Portugal informa que, após a cirurgia bariátrica, os pacientes que têm níveis mais altos do hormônio da tireoide tri-iodotironina (T3) perdem mais peso.

 

“A cirurgia bariátrica é um tratamento eficaz para a obesidade, e a função tireoidiana desempenha um papel central na regulação do peso corporal. No entanto, os preditores de perda de peso após a cirurgia permaneciam em grande parte desconhecidos”, relatou o autor principal, Dr. João Sérgio Neves.

 

“Nosso estudo mostra que pacientes com níveis mais elevados de T3 perdem mais peso após a cirurgia bariátrica. Nossos resultados enfatizam o potencial futuro do tratamento hormonal da tireoide relacionado à essa situação.”

 

A equipe de pesquisa avaliou 649 pacientes com obesidade mórbida e função tireoidiana normal submetidos à cirurgia bariátrica. No geral, 84,3% dos pacientes eram mulheres e, em média, tinham 41,8 anos de idade e índice de massa corporal (IMC) pré-operatório de 44,65 kg/m2.

 

Os autores excluíram os pacientes com histórico de doença tireoidiana, tratados com drogas antitireoidiana ou levotiroxina e pacientes que usavam hormônio estimulador da tireoide (TSH) ou tiroxina livre (T4) fora do intervalo de referência. Os pesquisadores descobriram que 11,4% dos pacientes cujo T3 livre era maior do que a média perderam significativamente mais do excesso de peso do que os pacientes com T3 livre normal (76,6% vs 65,4%). Nenhum paciente apresentou T3 livre abaixo da média.

 

Os pacientes com T3 livre alto eram mais jovens (36,6 vs 42,5 anos), mas não possuíam significativa diferença quanto ao sexo, IMC, tipo de cirurgia, diabetes, hipertensão ou estado de dislipidemia. Mesmo depois de ajustar para outros fatores, a perda de excesso de peso no grupo com alto T3 livre foi significante.

 

Traduzido por Essentia Pharma

 

Fonte:https://knowridge.com/2017/08/higher-thyroid-hormone-levels-help-people-lose-more-weight-after-bariatric-surgery/

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”