Muitas pessoas sabem sobre o papel dos antioxidantes e seus efeitos benéficos para a saúde, mas não como funcionam. Em condições normais, nossas células produzem moléculas instáveis ​​chamadas de radicais livres. Nossas células também naturalmente desintoxicam algumas dessas moléculas através da produção de antioxidantes e seus mecanismos associados. No entanto, o estresse oxidativo é o processo que ocorre em nossas células quando elas são incapazes de lidar com os radicais. Estudos têm demonstrado que o estresse oxidativo leva ao desenvolvimento de várias doenças, incluindo as cardíacas e câncer. Por isso, é importante estudar formas de reduzir os efeitos nocivos desses radicais.

 

Sabe-se que o zinco desempenha um papel importante nas vias antioxidantes e que certas doenças, como o diabetes, podem afetar seus níveis em nossos corpos. Especificamente, a privação de zinco aumenta a suscetibilidade a lesões relacionadas ao estresse oxidativo. Atualmente, ainda não está claro como esse benéfico atua na prevenção de doenças cardíacas, mas um estudo publicado no British Journal of Nutrition examinou os efeitos da suplementação de zinco em um modelo animal de diabetes.

 

Os autores observaram inicialmente que a indução ao diabetes em ratos resultou em aumento no tamanho de seus corações e fígados. Contudo, quando o grupo experimental foi alimentado com dietas suplementadas com zinco, o peso de seu coração e fígado foram restaurados para um nível semelhante ao dos animais saudáveis ​​não diabéticos (grupo controle). A suplementação reduziu os níveis de moléculas biológicas relacionadas ao estresse oxidativo no sangue, coração e fígado dos ratos diabéticos. Consistente com este resultado, houve também uma maior presença de enzimas antioxidantes nesses tecidos. Curiosamente, a adição de zinco na dieta também reduziu os níveis de colesterol não saudável. Por fim, os pesquisadores mostraram que a suplementação de zinco poderia proteger o coração de danos relacionados ao diabetes.

 

O estudo demonstra que através de um mecanismo antioxidante, a suplementação de zinco proporciona proteção contra a doença cardiovascular relacionada ao diabetes em um modelo de rato experimental. No entanto, mais pesquisas são necessárias para determinar se os resultados podem ser traduzidos para os seres humanos – sendo que estas novas evidências apresentam uma forte razão para ensaios clínicos em pacientes diabéticos.

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte:https://www.medicalnewsbulletin.com/zinc-supplementation-may-protect-cardiovascular-disease-diabetes/

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”