Mais evidências que o resveratrol pode ajudar a combater a doença de Alzheimer

O resveratrol, um composto encontrado no vinho tinto, chocolate preto e amoras, parece aumentar a defesa do cérebro contra a doença de Alzheimer, de acordo com novas informações recolhidas a partir de um estudo de 2015 e publicado na revista Neurology. Pesquisadores da Universidade de Georgetown apresentaram os resultados na Conferência Internacional da Associação de Alzheimer de 2016.
Leia mais

Pesquisadores da NEOMED identificam ligação entre cérebro e ossos na doença de Alzheimer

Pesquisadores da NEOMED (Northeast Ohio Medical University) acabam de identificar uma importante conexão entre áreas do tronco encefálico – a área que controla o humor, o sono e o metabolismo – e alterações prejudiciais aos ossos em um modelo pré-clínico da doença de Alzheimer (DA). O estudo foi liderado por Christine Dengler-Crish, Ph.D., professora assistente de ciências farmacêuticas, anatomia e neurobiologia, e será publicado na próxima edição do Journal of Alzheimer's Disease, uma revista internacional multidisciplinar que relata o progresso na compreensão das causas, sintomas e tratamento da doença de Alzheimer.
Leia mais

Probióticos melhoraram a cognição em pacientes com Alzheimer

Pela primeira vez, cientistas mostraram que os probióticos – bactérias e leveduras benéficas tomadas como suplementos – podem melhorar a função cognitiva em seres humanos. Em um novo ensaio clínico, os cientistas mostram que uma dose diária de probiótico composto por bactérias Lactobacillus e Bifidobacterium, tomada durante um período de apenas 12 semanas, é suficiente para fornecer uma moderada, mas significativa melhoria em pacientes idosos com Alzheimer, segundo pontuação do mini exame do estado mental (MEEM), uma medida padrão de comprometimento cognitivo.
Leia mais

Acupuntura como possibilidade de regeneração do cérebro na doença de Alzheimer

Investigadores, ao testar os potenciais efeitos positivos de "micro-lesões" através do uso de pequenas agulhas na região do hipocampo de camundongos modelados com a doença de Alzheimer (DA), descobriram que o processo não só estimulou a atividade regenerativa do hipocampo, mas também reduziu placas com beta-amiloides, uma característica da condição.
Leia mais

O que centenas de freiras estão nos ensinando sobre como proteger o cérebro

Doença de Alzheimer. Esta desordem cerebral, estimada afetar 30 por cento de todos aqueles com idade superior a 85, corrói sistematicamente as suas memórias e habilidades de raciocínio - por isso não é nenhuma surpresa que muitos querem evitá-la. E as melhores pistas sobre como prevenir essa doença, e proteger o cérebro de outras relacionadas à demência, estão vindo de um estudo de referência que este ano celebra o seu 30º aniversário.
Leia mais

A “super fruta” mirtilo pode ajudar a combater a doença de Alzheimer

SAN DIEGO, março de 2016 -- O mirtilo, já rotulado como uma "super fruta" por seu potencial poder para reduzir o risco de doenças cardíacas e câncer, também poderia se tornar uma outra arma na guerra contra a doença de Alzheimer. Um novo estudo reforça esta ideia, que está sendo testada por muitas equipes. Os cientistas relatam que o fruto é carregado com antioxidantes saudáveis, e estas substâncias podem ajudar a prevenir os efeitos devastadores dessa forma cada vez mais comum de demência.
Leia mais

Diferentes tipos de atividade física melhoram o volume cerebral e reduzem o risco de Alzheimer pela metade

Um estudo, conduzido por pesquisadores do centro médico da UCLA, Califórnia, e Universidade de Pittsburgh, Pensilvânia, é o primeiro a mostrar que praticamente qualquer tipo de atividade física aeróbica pode melhorar a estrutura do cérebro e reduzir o risco de Alzheimer. Financiado pelo Instituto Nacional de Envelhecimento (sigla em inglês, NIA), EUA, o estudo foi publicado em Journal of Alzheimer’s Disease.
Leia mais