Muitos idosos tomam 3 ou mais medicamentos com potencial de alterar o cérebro

Segundo pesquisadores, o número de americanos mais velhos que tomam três ou mais medicamentos que afetam o cérebro tem mais do que duplicado em apenas uma década.   O aumento mais acentuado foi mostrado entre os idosos nas áreas rurais – onde a taxa de visitas médicas de pacientes tomando combinações desses tipos de drogas – opioides, antidepressivos, tranquilizantes e antipsicóticos – mais do que triplicou.
Leia mais

Atualização dos benefícios do óleo de peixe: Os suplementos de ômega-3 podem melhorar as funções dos músculos de mulheres mais velhas

Pesquisadores das universidades de Glasgow e de Aberdeen descobriram que tomar suplementos de ômega-3 pode melhorar a função muscular em mulheres mais velhas, impedindo quedas desnecessárias e a perda de sua independência, relatou o Medical XPress.   A equipe de pesquisa realizou um plano de treinamento de exercícios de resistência de 18 semanas e mediu o tamanho do músculo, a função muscular e calculou a qualidade muscular dos participantes – que é a força produzida em relação ao tamanho do músculo – antes e depois do programa.
Leia mais

O benefício do óleo de peixe para a composição muscular de adultos mais velhos

Com o passar dos anos, ocorre uma mudança corporal no corpo humano, observada através da diminuição da massa e função muscular (sarcopenia) e da taxa metabólica, com consequente aumento da massa gorda. Esta mudança pode ser crítica desde que ela predispõe adultos mais velhos a doenças crônicas e comprometimento funcional; em última análise, resultando numa diminuição da qualidade de vida. Estudos vêm sugerindo que o ácido graxo de cadeia longa ômega-3 (contendo DHA e EPA), encontrado predominantemente em peixes gordos e crustáceos, possa ser eficiente para diminuição destas mudança.
Leia mais

Ômega-3 pode prevenir a perda da visão em idosos

Com a idade, a função da retina declina progressivamente e a A2E, um constituinte da toxina lipofuscina, acumula-se na retina de células epiteliais pigmentares, o que pode levar à perda da visão. Estudo publicado em abril de 2012 pela equipe de pesquisadores do Departamento de Oftalmologia da Universidade de Alberta, Canadá, analisou o efeito da suplementação do ácido docosahexaenóico (DHA) proveniente da dieta sobre esses eventos em ratos.
Leia mais

Idosos com resistência a síntese proteica necessitam de maior ingestão de proteínas junto ao exercício resistido, segundo pesquisa

Em uma revisão recentemente publicada pela Universidade McMaster, Ontario, Canadá, sintetizou-se evidências recentes, a fim de fornecer recomendações práticas sobre o exercício e intervenções nutricionais em população com sarcopenia. Esta é uma síndrome altamente prevalente em idosos, conferindo maior risco para quedas, fraturas, incapacidade, hospitalização recorrente e mortalidade. Essa condição dá-se, entre outros fatores, através do desequilíbrio entre a síntese e a quebra de proteína muscular.
Leia mais