Meta-análise: Chá verde associado a ossos fortes

Uma meta-análise é uma metodologia estatística que agrega resultados de estudos independentes sobre uma mesma questão de pesquisa – ou seja, uma análise sobre outras análises. Esta metodologia é valiosa, pois leva a uma mudança da ênfase de estudos únicos para estudos múltiplos, enfatizando a importância prática do tamanho do efeito em vez da importância estatística dos estudos individuais. No caso do chá verde, objeto deste artigo, desde que já haviam sido realizados vários estudos independentes sobre a sua associação, e de seus constituintes – em especial, o fitonutriente da família dos polifenois, EGCG (epigalatocatequina-3-galato) –, à saúde óssea, cientistas chineses acabam de publicar a primeira meta-análise sobre a questão da osteoporose em Nutrition Research.
Leia mais

Revisão de estudos sobre a suplementação de cálcio

Comumente, mulheres e homens mais velhos são recomendados a suplementar com cálcio para a saúde óssea e prevenção de fraturas. Na cultura ocidental, a média ingerida através de dieta é de 700 a 900mg/dia, e em países da África e Ásia esta média se mostra menor, significando que muitos acabam suplementando com cálcio para atingir o nível recomendado de, pelo menos, 1.000 a 1.200mg/dia. Mas existe uma controvérsia sobre esta suplementação desde que estudos clínicos já reportaram efeitos colaterais, como eventos cardiovasculares, pedras nos rins e sintomas gastrointestinais severos.
Leia mais