Como consumir ovos corretamente?

O ovo é uma importante fonte de proteínas de alto valor biológico, lipídeos, vitaminas A, D e ácido fólico, e diversos minerais como fósforo, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro e selênio, além do próprio colesterol. Além desses nutrientes, o ovo possui substâncias carotenoides, como a luteína e a zeaxantina, que ajudam a prevenir a degeneração ocular, principal causa de cegueira nos idosos. Juntamente com suas vantagens nutricionais, o ovo é um alimento mais barato que outras fontes de proteínas.
Leia mais

Idosos com resistência a síntese proteica necessitam de maior ingestão de proteínas junto ao exercício resistido, segundo pesquisa

Em uma revisão recentemente publicada pela Universidade McMaster, Ontario, Canadá, sintetizou-se evidências recentes, a fim de fornecer recomendações práticas sobre o exercício e intervenções nutricionais em população com sarcopenia. Esta é uma síndrome altamente prevalente em idosos, conferindo maior risco para quedas, fraturas, incapacidade, hospitalização recorrente e mortalidade. Essa condição dá-se, entre outros fatores, através do desequilíbrio entre a síntese e a quebra de proteína muscular.
Leia mais