A rápida resposta do fígado ao alimento e suas consequências no metabolismo

Apenas alguns minutos depois da ingestão de um alimento, à medida que os nutrientes penetram em sua corrente sanguínea, seu corpo faz grandes mudanças para decompor e armazenar as gorduras e carboidratos. Dentro de meia hora, o fígado já começa a trabalhar: passando pela queima de gordura até sua transformação em energia, armazenando o máximo possível de glicose ou açúcar.
Leia mais

Produção de novas células cerebrais é mantida tanto em adultos mais velhos quanto nos jovens, afirma estudo

Na edição de abril de 2018 da revista Cell Stem Cell, pesquisadores da Universidade de Columbia relatam que indivíduos mais velhos e saudáveis geram tantas novas células no hipocampo (uma área no cérebro envolvida na memória e na emoção) quanto jovens adultos. Uma redução na capacidade do hipocampo de gerar novas células associada à idade foi observada em mamíferos – um fenômeno que se acreditava que ocorria em seres humanos também.
Leia mais

Kiwi, aipo e papaia podem prevenir acúmulo de gordura no fígado

Pesquisadores descobriram que um composto encontrado no kiwi, aipo e papaia – chamado pirroloquinolina quinona (PQQ) – impediu a progressão da doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD) em camundongos cujas mães foram alimentadas com uma dieta rica em gordura. A líder do estudo, Karen Jonscher, Ph.D. – professora associada de anestesiologia no campus médico Anschutz da Universidade do Colorado, em Aurora, CO –, e seus colegas recentemente relataram sua descoberta na revista Hepatology Communications.
Leia mais

Consumo de fibras protege contra obesidade e síndrome metabólica

De acordo com um estudo liderado pela Georgia State University, o consumo de fibras pode prevenir a obesidade, a síndrome metabólica e alterações adversas no intestino, promovendo o crescimento de bactérias "boas" no cólon. Os pesquisadores descobriram que enriquecer a dieta de camundongos com inulina (uma fibra fermentável) impediu a síndrome metabólica, induzida por uma dieta rica em gordura, e identificaram especificamente como isso ocorre no corpo.
Leia mais

Como o azeite de oliva virgem afeta o nosso microbioma intestinal

Ao longo dos anos, as pesquisas mostraram que a ingestão de gordura na dieta desempenha um papel importante na determinação do risco cardiovascular e do risco de síndrome metabólica. A síndrome metabólica é a ocorrência de um grupo de condições, incluindo níveis de colesterol anormal, aumento da gordura corporal em torno da cintura, alto nível de açúcar no sangue e pressão arterial elevada. Em consequência, essas condições podem levar a complicações graves, como acidente vascular cerebral e diabetes.
Leia mais

Como o estresse pode nos fazer adoecer?

Um novo estudo forneceu uma explicação interessante sobre como o estresse pode afetar a nossa saúde. Pesquisadores da Michigan State University em East Lansing, Michigan, revelaram como uma proteína conhecida como subtipo 1 do receptor do fator de liberação de corticotropina (CRF1) responde ao estresse ao enviar sinais para células imunes específicas.
Leia mais

Níveis baixos de vitamina D podem ser associados aos riscos de câncer de próstata

Uma pesquisa da Northwestern Medicine mostrou que níveis sanguíneos deficientes de vitamina D nos homens podem prever câncer de próstata agressivo identificado no momento da cirurgia. A descoberta é importante porque pode ajudar na orientação de homens e seus médicos, que podem estar considerando a vigilância ativa, na qual monitoram o câncer ao invés de remover a próstata.
Leia mais

Um certo tipo de cereja pode ajudar a reduzir a pressão alta, afirma estudo

Segundo um estudo recente, a cereja Montmorency* pode reduzir a pressão alta tanto quanto os medicamentos. Os resultados foram publicados no The American Journal of Clinical Nutrition: os pesquisadores descobriram que os homens com sinais precoces de hipertensão apresentaram redução de 7% na pressão arterial após tomar um concentrado de suco de cereja Montmorency.
Leia mais