Três em cada quatro adultos norte-americanos com idade entre 30 a 74 têm uma “idade de coração” mais velha do que sua idade cronológica, colocando-os em maior risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral, de acordo com um estudo publicado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) – EUA.

Mais de 40 por cento dos adultos americanos – 69 milhões de pessoas – têm a idade do coração que é, pelo menos, cinco anos ou mais do que sua idade real.

 

A idade cardíaca é a idade dos seus coração e vasos sanguíneos com base em determinados fatores de risco para doenças cardíacas – como a pressão arterial e peso, e no caso de ser fumante ou ter diabetes. O conceito foi desenvolvido há vários anos por funcionários de saúde que trabalham no estudo de longa duração Framingham Heart Study, como forma de ajudar as pessoas a compreender o risco de desenvolver – e morrer de – doença cardíaca.

 

Notícia preocupante

A constatação de que a maioria dos americanos têm corações “mais velhos” não é, talvez, surpreendente, mas é preocupante. A doença cardíaca e acidente vascular cerebral tiram cerca de 800.000 vidas nos EUA a cada ano, a um custo anual de cerca de $320 bilhões de dólares, de acordo com a American Heart Association.

 

Felizmente, através de mudanças de estilo de vida, a maioria dos indivíduos pode reduzir sua idade cardíaca – se puderem ser motivados a tomar iniciativas positivas.

 

Na verdade, é por isso que o CDC emitiu esse novo relatório. Os funcionários da Agência esperam que o conceito ‘coração e idade’ vai incentivar as pessoas “a viver estilos de vida saudáveis ​​para o coração e melhor compreender a importância de intervenções terapêuticas recomendadas”. Esperam também que assim convença as comunidades “a implementar programas e políticas que apoiam a saúde cardiovascular”.

 

Um ensaio clínico de 2015, realizado na Europa demonstrou que o conceito ajuda a reduzir o risco de doença cardíaca. Nesse estudo, que teve mais de 3.000 participantes, as pessoas que foram informadas de sua atual idade cardíaca fizeram alterações que a reduziram, em média, 1,5 anos depois de um ano. Em comparação, aqueles que receberam uma avaliação mais tradicional do seu risco de doença cardíaca reduziram a idade do coração, em média, de apenas 0,3 anos.

 

Principais conclusões

Para o estudo, os oficiais do CDC usaram dados de saúde coletados de cada estado americano e do Distrito de Columbia, como parte do Behavioral Risk Factor Surveillance System da agência. Com esses dados, eles calcularam a idade do coração de 236,101 homens e 342,424 mulheres entre as idades de 30 e 74. Nenhuma dessas pessoas tinha uma doença cardíaca ou um histórico de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

 

Depois de fazer alguns ajustes estatísticos, os pesquisadores determinaram que a média de idade cronológica dos homens no estudo foi de 47,8 anos, mas a idade média dos corações era de 55,6 anos – ou seja, 7,8 anos mais velhos. A média da idade cronológica das mulheres no estudo foi de 47,9 anos, enquanto a idade média dos corações era de 53,3 anos – ou seja, 5,4 anos mais velhos.

 

Como o envelhecimento dos participantes, a diferença entre sua idade real e a idade do coração se ampliou, segundo o estudo. Por outro lado, a diferença diminuiu quando o nível de escolaridade e renda familiar aumentaram.

 

A idade do coração foi maior do que a idade cronológica para todos os grupos raciais e étnicos, mas foi mais alta entre os negros. A idade cardíaca indicada para homens e mulheres negras aos 47 anos foi, em média, 11 anos mais velha do que sua idade real.

 

 

Os funcionários do CDC recomendam esta receita básica (e familiar) para melhorar a idade do coração:

 

Se você fuma, pare. Além disso, evite o fumo passivo.

Mantenha um peso saudável.

Coma uma dieta saudável. O CDC recomenda dieta com baixo teor de sódio e gorduras trans, mas rica em frutas e vegetais frescos.

Exercite-se regularmente – pelo menos 150 minutos por semana de um exercício de intensidade moderada, como caminhada rápida.

Mantenha a sua pressão arterial sob controle. A pressão arterial ideal para um coração saudável é inferior a 120/80.

Trabalhe com o seu médico sobre um plano de tratamento para controlar o seu colesterol.

Se você tem diabetes, trabalhe com o seu médico sobre um plano de tratamento para controlar a doença.

 

 

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte:https://www.minnpost.com/second-opinion/2015/09/3-4-americans-have-hearts-older-their-age-say-cdc-officials

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”