Um artigo publicado on-line em 09 de setembro de 2015 no American Journal of Clinical Nutrition revela o achado de pesquisadores franceses de uma associação entre a suplementação de vitamina D e um risco menor de desenvolver câncer de mama invasivo entre as usuárias de reposição hormonal na pós-menopausa.

“Estudos com animais e in vitro sugerem que a vitamina D tenha propriedades anticancerígenas através da regulação da proliferação celular, diferenciação, apoptose, e fator de crescimento de sinalização em células da mama”, observam os autores Claire Cadeau e colegas na introdução do artigo. “A vitamina D também inibe o crescimento in vitro de células (ER+) de câncer da mama positivas para receptores de estrogênio através da atenuação da sinalização e síntese de estrogênio.”

 

O estudo atual incluiu 57,403 participantes na pós-menopausa na coorte E3N que estavam entre as idades de 40 e 65 anos no recrutamento em 1990. Questionários foram preenchidos a cada dois ou três anos fornecendo informações relativas à ingestão de vitamina D, uso de terapia hormonal na menopausa e outros fatores.

 

De 1995 a 2008, 2.482 cânceres de mama invasivos foram diagnosticados. As mulheres que faziam suplementação com vitamina D tiveram um risco ajustado 18% menor de desenvolver câncer de mama do que aquelas que nunca haviam suplementado com a vitamina. O efeito protetor foi mais forte contra tumores receptores de estrogênio positivo em comparação com aqueles que eram receptores de estrogênio negativo.

 

“Nesse estudo observacional, a suplementação de vitamina D -na maior parte tomada diariamente e combinada com cálcio – foi associada à diminuição do risco de câncer de mama pós-menopausa em usuárias de reposição hormonal durante a menopausa”, concluem os autores.

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte:http://www.lifeextension.com/newsletter/2015/9/Vitamin-D-supplementation-associated-with-lower-postmenopausal-breast-cancer/page-01?utm_source=eNewsletter&utm_medium=email&utm_content=Button&utm_campaign=EZX500E

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”