A revista científica Cancer Prevention publicou em 29 de outubro de 2013 os resultados de um estudo envolvendo 48 homens com câncer de próstata e que confirmou os efeitos positivos de uma dieta contendo baixos teores de gordura de pouca qualidade combinada com a suplementação de óleo de peixe para reduzir a recorrência do câncer. Essa estratégia resultou na redução da proliferação de células malignas na próstata.

O estudo analisou compostos pró-inflamatórios presentes no tecido do câncer de próstata utilizado para análise e determinou o nível de progressão do ciclo celular (PCC), “muito utilizado para detectar a recorrência do câncer”, comentou o autor principal William Aronson, professor clínico de urologia da Universidade da Califórnia, Los Angeles e chefe de oncologia urológica no Centro Médico de West Los Angeles Veterans Affairs. “Os níveis do PCC foram significativamente menores em homens suplementados com ômega 3 e dieta pouco gordurosa, quando comparados com os homens que seguiram uma dieta tipiciamente ocidental, ou seja, com gorduras saturadas “, completou Dr. Aronson. A quantidade de substâncias pró-inflamatórias associadas ao câncer de próstata foram reduzidas também.

Uma conclusão tirada pelos pesquisadores e apresentada à comunidade científica reforçou a antiga teoria – você é o que você come. Balancear a dieta e escolher melhor os alimentos ingeridos pode garantir muito mais que um corpo mais magro e melhor disposição. Preferir alimentos saudáveis, com menor teor de gorduras saturadas e maior consumo de gorduras mono e poli-insaturadas podem influenciar favoravelmente a biologia do câncer de próstata.

Referência
Galet, C., Gollapudi, K., Stepanian, S., et al. Effect of a Low-fat Fish Oil Diet on Pro-inflammatory Eicosanoids and Cell Cycle Progression Score in Men Undergoing Radical Prostatectomy. Cancer Prev Res canprevres.0261.2013.