Nem todos os problemas de saúde física podem ser resolvidos eficazmente através de remédios convencionais. A prevenção é imperial. Mas mesmo a prevenção, se não pensada com cuidado, pode se mostrar inócua ou, o que pode ser também preocupante, apresentar riscos não pensados.

 

Tomemos a osteoporose que é uma condição cada vez mais prevalente e onerosa. Remédios convencionais existem, mas não apresentam capacidade de reversão da condição, e a prevenção mais popular veiculada pela mídia vem através de um suplemento de cálcio – mineral responsável pela formação e manutenção dos ossos. Mas, observando com mais cuidado, vários são os estudos refutando a suplementação de cálcio que por vezes apresenta efeitos colaterais preocupantes.

 

E foi mais um desses efeitos colaterais da suplementação de cálcio, no caso aqui tomado conjuntamente à vitamina D3, que descobriu uma meta-análise envolvendo 95.286 homens e mulheres, idades de 18 a 107 anos, de 56 estudos clínicos randomizados. O objetivo inicial do estudo era acessar os benefícios ou malefícios da suplementação de vitamina D para a prevenção da mortalidade em adultos saudáveis e adultos apresentando doença, mas em fase estável.

 

A vitamina D3 claramente reduziu a chance de morte de qualquer tipo de câncer em 12%. Mas o efeito colateral da suplementação de cálcio mostrou-se através do aumento de 17% do indivíduo apresentar pedras nos rins (nefrolitíase).

 

Nas palavras dos autores na conclusão do estudo:

“A vitamina D3 pareceu diminuir a mortalidade em pessoas idosas que vivem de forma independente ou em instituições. A vitamina D2, alfacalcidol e calcitriol não tiveram efeitos benéficos estatisticamente significativos sobre a mortalidade. A vitamina D3 combinada com o cálcio aumentou a ocorrência de nefrolitíase.”

 

Os tratamentos e prevenções apontados como mais eficazes da osteoporose podem ser feitos através da medicina ortomolecular, terapia hormonal bioidêntica, ou terapia metabólica.

A prevenção natural através da suplementação de vitamina D3 já é comprovada sem apresentar efeito colateral. O magnésio é um grande aliado para a absorção e fixação natural do cálcio nos ossos. E uma dieta balanceada de boa qualidade, sono e exercícios moderados formam a base de qualquer prevenção.

 

 

 

Referências:  http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24414552

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”