Uma dieta rica em sódio pode causar danos aos vasos sanguíneos e, consequentemente, ao sistema cardiovascular: hipertensão arterial é um deles. Um estudo recente associou o consumo excessivo de sal ao aumento de marcadores inflamatórios no sangue.

O cloreto de sódio (NaCl) é o famoso sal de cozinha. Nele está contido um elemento químico denominado sódio, que pode ser encontrado naturalmente nos alimentos ou adicionado por consumidores (salada, feijão), produtores (salgadinhos, congelados) e manipuladores (cozinheiros, confeiteiros). Consumir uma vez ou outra alimentos ricos em sal como batata frita, salgados tipo chips, ou mesmo algumas oleaginosas salgadas, provavelmente não fará nenhum dano a curto prazo, porém o consumo por anos e anos pode aumentar determinados componentes do sangue e danificar permanentemente os vasos sanguíneos.

Pesquisadores de Harvard Medical School, em Boston, investigaram a ingestão de sódio de mais de 5 mil homens e mulheres da cidade de Groningen, na Holanda. A ingestão foi avaliada através de amostras de urina de 24 horas, considerado o melhor método para esta avaliação. Exames de sangue foram realizados para avaliar os níveis de ácido úrico e albumina.

Foi associado o consumo de sódio com os níveis de ácido úrico e albumina sanguíneos – ambos marcadores de lesão dos vasos sanguíneos – em indivíduos que não faziam uso de medicação para pressão arterial elevada. Durante cerca de 6 anos de acompanhamento, 878 novos diagnósticos de hipertensão foram detectados.

O estudo foi publicado na revista Circulation e notou o aumento de risco para hipertensão arterial em 21% naqueles que consumiram uma média de 6200mg de sódio ao dia, contra 2200mg dos que consumiram menos. Os participantes que apresentaram níveis elevados de ácido úrico e albumina na urina e adotavam juntamente uma dieta rica em sal, apresentaram, respectivamente, 32% e 86% maior risco de desenvolver pressão alta.

Vale lembrar que a recomendação máxima diária de sódio é de 2000mg (OMS) – o que equivale a 5g de sal ou uma colher de chá – distribuídos nos alimentos industrializados e no sal acrescentado às preparações caseiras. Um exemplo clássico de concentração de sódio em um produto é o macarrão instantâneo: possui cerca de 1900mg em um único pacote, enquanto que 100g de macarrão caseiro cozido (sem molho) possui entre 1 a 1,4mg de sódio. E aqui entre nós: aquela macarronada feita em casa é muito mais saborosa!

Fonte:

Forman JPScheven Lde Jong PEBakker SJCurhan GCGansevoort RT. Association between sodium intake and change in uric acid, urine albumin excretion, and the risk of developing hypertension. Circulation. 2012 Jun 26;125(25):3108-16.

Organização Mundial da Saúde@ http://www.who.int/en/

PNAN (Programa Nacional de Alimentação e Nutrição)@ http://nutricao.saude.gov.br/

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”