Em 5 de agosto de 2015, um artigo publicado no European Heart Journal informou que a normalização dos níveis de testosterona através do uso de terapia de reposição de testosterona (TRT) foi associada com uma redução significativa no risco de infarto do miocárdio (ataque cardíaco), acidente vascular cerebral e mortalidade prematura em um grande grupo masculino.

O estudo incluiu homens mais velhos que receberam cuidados médicos no Veterans Health Administration de dezembro de 1999 a maio de 2014. Os indivíduos foram limitados a homens sem história de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral isquêmico, cujos níveis totais iniciais de testosterona estavam abaixo dos intervalos de referência laboratorial normal. Estes incluíram 43,931 pacientes que após receber a terapia de reposição de testosterona tiveram seus níveis normalizados, 25,701 homens que continuaram a apresentar testosterona abaixo do normal após a terapia, e 13,378 pacientes com baixos níveis de testosterona que estavam sem tratamento.

 

Durante o acompanhamento, o grupo com os níveis de testosterona normalizados teve 47% menos mortes do que homens cujos níveis de hormônio não atingiram normalização após a reposição de testosterona, e 56% menos mortes do que aqueles que não receberam TRT. Quando o infarto do miocárdio foi avaliado, homens cujos níveis de testosterona foram normalizados tiveram um risco 18% mais baixo do que aqueles cujos níveis não conseguiram normalização e um risco 24% menor do que o grupo não tratado. O risco de AVC isquêmico em homens normalizados foi 30% menor do que aqueles que não conseguiram atingir os níveis de testosterona normais e 36% mais baixos do que aqueles que não receberam o hormônio. Como potenciais mecanismos de proteção, os autores mencionam efeitos benéficos da testosterona no tecido adiposo, a sensibilidade à insulina e lipídios, assim como os seus efeitos anti-inflamatórios e anticoagulantes.

 

“Neste estudo de homens, sem história prévia de infarto de miocárdio ou AVC, com baixos níveis de testosterona, a normalização dos níveis de testosterona utilizando TRT está associada com menor mortalidade, menor número de infartos e derrames”, concluiu o autor correspondente Rajat S. Barua, MD. “Este é o primeiro estudo a demonstrar que o benefício significativo é observado apenas quando a dose é adequada para normalizar os níveis de testosterona.”

 

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte:http://www.lifeextension.com/Newsletter/2015/8/Testosterone-normalization-associated-with-lower-risk-of-heart-attack-stroke-and-mortality/Page-01?utm_source=eNewslette&utm_medium=email&utm_content=Button&utm_campaign=EZX500E

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”