Crianças em idade escolar precisam ter um “cérebro bem nutrido” para lidar com as demandas de trabalho da escola, o que requer memória, concentração, atenção e função cognitiva. Uma criança que não cumpre essas expectativas acaba ficando submetida a um desempenho escolar inferior. O que pode significar a diferença na obtenção de um desempenho escolar melhor é o tipo de nutrientes que elas tomam diariamente.

 

A excelência acadêmica é o produto do metabolismo cerebral aprimorado que energiza as funções intelectuais, cognitivas e lógicas de aprendizado.

Certos macronutrientes e específicos micronutrientes contribuem na otimização dessas funções de aprendizagem. A glicose é uma fonte de energia pronta para uso para o metabolismo cerebral e a proteína é necessária para o desenvolvimento somático da criança e para fornecer aminoácidos específicos que energizam o metabolismo celular.

Entre os novos micronutrientes mostrados como geradores de ações específicas para melhorar o desempenho escolar, aqui listamos os seguintes:

 

Zinco

O mineral zinco é um micronutriente onipresente que está envolvido em mais de 200 atividades enzimáticas, desde a imunidade das células T ao aumento de altura e peso necessários para um melhor desempenho acadêmico. Crianças com deficiência de zinco têm sido demonstradas em vários estudos clínicos terem dificuldade de concentração e memória.

Além disso…

… A deficiência de zinco pode levar a problemas neurocomportamentais como Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

 

As crianças com TDAH têm sido mostradas terem níveis reduzidos de zinco, bem como outro nutriente importante do cérebro, o ácido docosa-hexaenóico (DHA).

Em um recente estudo clínico, duplo-cego, randomizado, controlado sobre o zinco do Dr. Aubrey Tan do Cardinal Santos Medical Center, Departamento de Pediatria, a suplementação com zinco, utilizando 20mg de gluconato de zinco por dia, por 2 meses, melhorou significativamente as notas de leitura e matemática em estudantes com baixos desempenhos em San Juan, Metro Manila.

 

Ácido docosa-hexaenóico (DHA)

O DHA é um importante ácido graxo poli-insaturado de cadeia longa que tem várias funções metabólicas, do controle da inflamação e prevenção de doença cardiovascular, a sua ação inata no desenvolvimento do cérebro, maturação e função.

O leite materno contém níveis elevados de DHA, o que explica por que os bebês exclusivamente amamentados têm um QI mais alto, de 3 a 5 pontos e tem um contato visual responsivo e alerta.

O DHA é o principal alicerce dos neurônios ou da matéria cinzenta do cérebro, amplamente comprovado para melhorar as funções cognitivas e visuais.

Sendo derivado de um dos dois ácidos graxos essenciais, o ácido alfalinolênico, a partir de óleos vegetais, a fonte direta de DHA é de peixes de águas profundas, como atum e salmão, e também sardinhas. Outras fontes são a gema de ovo, carnes de órgãos como o fígado, etc. Importante na modulação neurocomportamental, a deficiência de DHA é encontrada em crianças com TDAH e mulheres com depressão pós-parto. Assim, é aconselhável para a mulher grávida e lactante a ter uma fonte pura de DHA. Grande parte deste DHA materno é transferida para o feto em crescimento, durante o último trimestre da gravidez.

 

Taurina

A taurina é o aminoácido mais abundante no cérebro, particularmente na retina dos olhos. Por isso, é importante no desenvolvimento visual, maturação e função. Também está envolvida na modulação do neurotransmissor e no desenvolvimento psicomotor.

Outros nutrientes cerebrais que tenham sido previamente incluídos no programa de alimentação escolar são a vitamina A para o desenvolvimento visual, iodo e ferro para a maturação e função do cérebro. Estes nutrientes cerebrais também devem ser incluídos na dieta diária da criança em fase escolar.

Então, as crianças precisam de nutrientes para o cérebro? A resposta, obviamente, é SIM! Estes nutrientes específicos do cérebro podem significar a diferença entre um desempenho acima ou abaixo da média escolar. Neste mundo altamente competitivo, a excelência acadêmica reforçada por nutrientes do cérebro é uma vantagem decisiva.

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte: http://medicalobserverph.com/growingkids-brain-nutrients-for-school-kids/

Os artigos aqui postados não necessariamente expressam a visão da Empresa.