Um novo estudo randomizado mostrou que a suplementação de ácido alfa-lipóico juntamente com o ômega-3 (EPA) pode apoiar os esforços na perda de peso. Este estudo, publicado em Obesity, envolveu 97 mulheres com sobrepeso ou obesidade entre idades de 20 a 50 anos, com IMC de 27,5 a 40 kg/m2, sendo que 77 delas completaram o estudo. Durante 10 semanas, juntamente com uma dieta de restrição calórica, elas receberam ou um placebo, ou 300mg/dia de ácido lipóico, ou 1300mg/dia de EPA (ômega-3), ou ambos ácidos (grupo combinado) lipóico + EPA, todas as opções divididas em três doses por dia.

Após as 10 semanas, o grupo ácido lipóico perdeu mais peso corporal, circunferência do quadril e massa gorda. Ainda mais interessante, a melhora do ácido alfa-lipóico sobre os outros grupos foi mais perceptível após as primeiras semanas de tratamento e a diferença aumentou ao longo do experimento.

O grupo combinado (ácido lipóico + EPA) experimentou maiores alterações na porcentagem de gordura ao redor da barriga (gordura androide) e em torno dos quadris (gordura geoide).  A adição do EPA ao regime de suplementação mostrou ser positivo no combate das reduções dos níveis de leptina (o hormônio da saciedade) que ocorrem durante a perda de peso, afirmaram os cientistas da Universidade de Navarra.

Isto é interessante uma vez que estudos anteriores demonstraram a perda de peso com doses mais elevadas de ácido alfa-lipóico (ou seja, 1200 a 1800mg e 800mg). Este novo estudo mostra que apenas 300mg/dia pode ser eficaz. Além do mais, o ácido alfa-lipóico utilizado neste estudo foi do tipo misto, mas sabemos que a forma R+ deste ácido é mais eficaz. Isto pode significar que, mesmo doses mais baixas que 300mg/dia, se na forma de R+, pode ser eficaz e, em especial, tanto o ácido lipóico quanto o ômega-3 (EPA), produzidos endogenamente no corpo humano, formam uma suplementação natural e segura.

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/oby.20966/abstract

 

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”