Um novo estudo afirma a importância de “esperar um momento” antes de tomar uma decisão.

Pesquisadores descobriram que tomar uma fração extra de um segundo para decidir alguma coisa leva a uma maior precisão da decisão.

“Adiar o início do processo de decisão por tão pouco quanto 50 a 100 milissegundos capacita o cérebro a concentrar a atenção sobre as informações mais relevantes e bloquear distrações irrelevantes”, Jack Grinband, Ph.D., pesquisador associado no Taub Institute e professor assistente de radiologia clínica na Columbia University Medical Center, afirmou em um comunicado. “Dessa forma, ao invés de trabalhar por mais tempo ou mais duramente na tomada de uma decisão, o cérebro simplesmente adia a decisão por uma mais benéfica.”

 

Para o estudo, publicado na revista PLoS ONE, os pesquisadores tiveram participantes do estudo olhando para uma série de pontos em movimento em um computador. Os pontos estavam se movendo em uma ordem aleatória, mas os participantes foram instruídos a dizer se eles achavam que os pontos em geral se moviam para a esquerda ou para a direita.

 

Em seguida, outro conjunto de pontos apareceu na tela, tornando difícil dizer qual a direção que o conjunto inicial de pontos se movia. Quando o novo conjunto de pontos se movia na mesma direção do primeiro, os participantes eram amplamente capazes de identificar corretamente a direção para onde se moviam. Mas quando o novo conjunto de pontos se movia na direção contrária, os participantes erravam mais.

 

Os participantes foram instruídos a dizer qual direção os pontos estavam se movendo rapidamente e tanto precisamente quanto possível. Mas não importando o quê, a todos os participantes era dada a permissão para dar a sua resposta a qualquer hora depois que o novo conjunto de pontos surgia na tela.

 

Em um segundo experimento, os pesquisadores apresentaram uma tarefa semelhante para estudar os participantes, com uma diferença: os participantes ouviam um tique-taque que indicava quando eles tinham que responder (eles tinham de 17 a 500 milissegundos para dar uma resposta).

 

“Nesta situação, isto leva cerca de 120 milissegundos para desviar a atenção de um estímulo (brilhantes distrativos) para outro (os alvos mais escuros)”, disse Grinband no comunicado. “Para o nosso conhecimento, isso é algo que ninguém jamais havia medido antes.”

 

Os pesquisadores descobriram que quando os participantes do estudo atrasavam a tomada da decisão – mesmo se eles não sabiam que estavam fazendo isso – eles eram mais propensos a tomar a decisão correta.

 

“Nossa descoberta de que o início de uma decisão pode ser controlado pode estimular o desenvolvimento de novos programas de treinamento para retardar tomadas de decisão, o que pode ser particularmente útil para indivíduos ou populações clínicas que têm um processo de seleção de estímulo lento ou que tomam decisões rápidas e arriscadas em complexos ambientes realistas”, escreveram os pesquisadores no estudo.

 

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte: http://www.huffingtonpost.com/2014/03/15/take-a-pause-before-decision_n_4936798.html

Os artigos aqui postados não necessariamente expressam a visão da Empresa.