Em um artigo publicado online no European Journal of Clinical Nutrition, os pesquisadores da Universidade de Connecticut relataram uma associação entre uma maior capacidade de antioxidantes na dieta e reduções nos níveis plasmáticos de homocisteína e proteína C-reativa (PCR), ambos os quais são marcadores de maior risco de doença cardiovascular.

O estudo incluiu 4.391 homens e mulheres que participaram da Pesquisa Nutrition Examination Survey (NHANES) de 2001 a 2002. As respostas ao questionário em relação à dieta e uso de suplementos durante um período de 24 horas foram analisadas para fornecer as capacidades antioxidantes de 43 nutrientes. (A capacidade antioxidante de 30 flavonoides foi determinada a partir apenas de fontes alimentares.) As amostras de sangue foram analisadas para os níveis séricos de tocoferóis alfa e gama, seis carotenoides e PCR, e a homocisteína total no plasma.

A capacidade antioxidante total (TAC) foi correlacionada com níveis séricos de vitamina E, e níveis de carotenoides. Como a TAC aumentou, o risco de ter um nível de homocisteína total maior do que 13 micromoles por litro diminuiu. Aqueles cuja ingestão de antioxidantes estava entre os tops 25 por cento dos participantes apresentaram mais que o dobro de chance de ter um nível de homocisteína com menos de 13 micromol por litro, em comparação com aqueles cuja TAC estava entre o quarto menor. A redução do risco de ter um nível de PCR de 3 miligramas por litro ou maior também foi observada em associação com o aumento da TAC. Foi observada a associação de um declínio significativo na homocisteína e PCR com maior TAC a partir da dieta combinada com suplementos ou com a suplementação sem contar com a dieta, mas não com a dieta sozinha.

“A capacidade antioxidante total alimentar foi associada a uma melhora da capacidade antioxidante sérica e diminuiu os fatores de risco de doença cardiovascular, incluindo PCR sérico e concentrações de homocisteína total no plasma”, concluem os autores. “A aplicabilidade implicada da TAC dietética precisa de maior validação em estudos prospectivos de coorte.”

 

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte: http://www.lef.org/WhatsHot/2013/1/Hydrogen-sulfide-on-the-longevity-horizon/Page-01?utm_source=eNewsletter_EZX500E&utm_medium=email&utm_term=WhatsHot&utm_content=Header&utm_campaign=2015Wk9&l=0#Higher-dietary-antioxidant-capacity-associated-with-lower-cardiovascular-disease-indicators

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”