Pesquisadores da Yale School of Medicine descobriram que um composto produzido pelo corpo quando em dieta ou jejum pode bloquear uma parte do sistema imunitário envolvida em diversas doenças inflamatórias, tais como diabetes tipo 2, aterosclerose, e doença de Alzheimer.

Em seu estudo, publicado em Nature Medicine, os pesquisadores descreveram como o composto β-hidroxibutirato (BHB) inibe diretamente o NLRP3, que faz parte de um conjunto complexo de proteínas chamado de “inflamassoma”, que dirige a resposta inflamatória em várias doenças, incluindo doenças autoimunes, diabetes do tipo 2, doença de Alzheimer, aterosclerose e desordens autoinflamatórias.

“Estes resultados são importantes porque metabolitos endógenos como BHB que bloqueiam o inflamassoma NLRP3 poderiam ser relevantes contra muitas doenças inflamatórias, incluindo aquelas onde existem mutações nos genes NLRP3”, afirmou Vishwa Deep Dixit, professor na Seção de Medicina Comparativa em Yale School of Medicine.

BHB é um metabolito produzido pelo corpo em resposta ao jejum, exercícios de alta intensidade, restrição calórica, ou o consumo da dieta cetogênica, baixa em carboidratos. Dixit relatou que é bem conhecido que a restrição calórica e jejum reduzem a inflamação no corpo, mas não ficou claro como as células imunes se adaptam à reduzida disponibilidade de glicose e se elas podem responder aos metabolitos produzidos a partir da oxidação de gordura.

Trabalhando com camundongos e células imunológicas humanas, Dixit e seus colegas se concentraram em como macrófagos – células especializadas do sistema imunológico que produzem inflamação – respondem quando expostos a corpos cetônicos e se isso impacta o complexo inflamassoma.

A equipe introduziu BHB para modelos de camundongos com doenças inflamatórias causadas por NLP3 e descobriu que isto reduziu a inflamação, e que a inflamação também foi reduzida quando os camundongos receberam uma dieta cetogênica, que eleva os níveis de BHB na corrente sanguínea.

“Nossos resultados sugerem que os metabolitos endógenos como BHB que são produzidos durante a dieta low-carb, jejum ou exercício de alta intensidade podem diminuir o inflamassoma NLRP3″, afirmou Dixit.