Pessoas com níveis mais elevados de ômega-3, os ácidos graxos encontrados no óleo de peixe, também podem ter volumes cerebrais maiores em idade avançada, de acordo com um estudo publicado em Neurology®, o jornal médico da Academia Americana de Neurologia. Um volume reduzido do cérebro é um sinal de doença de Alzheimer, bem como o envelhecimento normal.

Para o estudo, os níveis de ácidos graxos ômega-3 EPA e DHA em células vermelhas do sangue foram testados em 1.111 mulheres que faziam parte do Women’s Health Initiative Memory Study. Oito anos mais tarde, quando as mulheres estavam com uma idade média de 78 anos, foram feitos exames de ressonância magnética para medir o seu volume cerebral. Aquelas com níveis mais elevados de ômega-3 tiveram maiores volumes totais no cérebro. Aquelas com duas vezes mais altos níveis de ácidos graxos (7,5 vs 3,4 por cento) tiveram um volume cerebral 0,7 por cento maior.

“Esses níveis mais elevados de ácidos graxos podem ser conseguidos através de dieta e de utilização de suplementos, e os resultados sugerem que o efeito sobre o volume cerebral é o equivalente a retardar a perda normal de células cerebrais que acompanha o envelhecimento por um a dois anos,” afirmou o autor do estudo James V. Pottala, PhD, da Universidade de Dakota do Sul, em Sioux Falls, e Health Diagnostic Laboratory, Inc., em Richmond, Va.

Aqueles com níveis mais elevados de ômega-3 também apresentaram um volume de 2,7 por cento maiores na área do hipocampo do cérebro, que desempenha um papel importante na memória. Na doença de Alzheimer, o hipocampo começa a atrofiar, mesmo antes de os sintomas aparecerem.

Traduzido por Essentia Pharma

Fonte: http://www.sciencedaily.com/releases/2014/01/140122170541.htm

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”