De acordo com a American Heart Association e Go Red for Women, as mulheres mostram um maior risco de doença cardiovascular no início da menopausa, desde que o corpo diminui a produção de estrogênio. Um novo estudo revisado e publicado por pares (Belcaro et al., 2017) baseia-se em pesquisas anteriores, mostrando os benefícios do Pycnogenol® para aliviar vários sintomas da perimenopausa, e é o primeiro a mostrar os efeitos deste extrato de casca de pinheiro marítimo padronizado sobre marcadores de risco cardiovascular – homocisteína e proteína C-reativa (PCR).

 

“As mulheres experimentam algumas mudanças ao longo da menopausa, como sintomas disruptivos como ondas de calor, sudorese noturna e até mesmo mudanças no humor. Essas mudanças são geralmente devido à menor produção de estrogênio, o que também pode levar a um maior risco de doença cardiovascular – a principal causa de morte em mulheres com mais de 50 anos”, afirmou o especialista em saúde natural de renome nacional (EUA) e autor, Dr. Fred Pescatore.

 

Os resultados deste novo estudo clínico alinham com pesquisas anteriores, mostrando a redução dos fatores de risco que contribuem para a doença cardiovascular. No estudo e em pesquisas anteriores, o Pycnogenol® reduziu e normalizou fatores elevados de risco cardiovascular, muitas vezes relacionados à perimenopausa: colesterol, triglicerídeos, pressão arterial e glicemia.

 

No novo estudo clínico, 70 mulheres (idades, 40 a 50 anos) com sintomas ​​de perimenopausa foram atribuídas a um grupo controle ou a um grupo de Pycnogenol® (suplementação diária de 100mg), por um período de 8 semanas. Todas as participantes foram aconselhadas a seguir uma rotina de exercícios, descanso e dieta saudável.

 

O quesito segurança foi ideal: a suplementação com Pycnogenol® foi bem tolerada ao longo do estudo. Não foram relatados efeitos colaterais.

 

Após 8 semanas, o grupo Pycnogenol® relatou redução significativa dos sintomas de perimenopausa e dos marcadores de risco cardiovascular relacionados:

– Alívio significativo de ondas de calor (melhora de 41% no grupo Pycnogenol® / 3% no controle)

– Redução do suor noturno (33% Pycnogenol® / 3% controle)

– Normalização de períodos menstruais irregulares (67% Pycnogenol® / 0% controle)

– Melhoria significativa do humor (25% Pycnogenol® / 12% controle)

 

Redução do risco cardiovascular no período perimenopáusico

 

Seis meses após o período de teste inicial, os pesquisadores testaram novamente e encontraram redução significativa de indicadores de risco cardiovascular, incluindo:

– Redução significativa do marcador de risco cardiovascular, homocisteína (melhora de 47% no grupo Pycnogenol® / 6% no controle)

– Normalização da pressão arterial sistólica (8% Pycnogenol® / 3% controle)

– Redução significativa nos níveis de PCR (60% Pycnogenol® / 2% controle)

– Redução da glicemia em jejum (9% Pycnogenol® / 1% controle)

– Redução significativa do estresse oxidativo (22% Pycnogenol® / 2% controle)

– Melhora dos níveis de triglicerídeos (11% Pycnogenol® / 1% controle)

 

Esta pesquisa também traz avanços em relação a estudos anteriores, indicando que o Pycnogenol® possui capacidade de reduzir significativamente o estresse oxidativo, um fator determinante para elevados níveis de PCR e inflamação.

 

“O que é realmente interessante sobre este estudo é a melhoria drástica dos sintomas de transição da menopausa no grupo Pycnogenol®. A maioria das mulheres gastam cerca de um terço de suas vidas na menopausa e pós-menopausa, portanto, é importante encontrar produtos naturais seguros e eficazes para gerenciar alguns de seus possíveis sintomas problemáticos”, relatou o Dr. Pescatore.

 

Os especialistas recomendam a adoção de um regime de “melhores práticas”, consistindo em uma dieta saudável e exercícios para ajudar a gerenciar os sintomas da perimenopausa, mas os achados do estudo sobre o Pycnogenol® são encorajadores para as mulheres que experimentam sintomas disruptivos persistentes.

 

Traduzido por Essentia Pharma

 

Fonte: http://www.prnewswire.com/news-releases/study-shows-pycnogenol-normalizes-cardiovascular-risk-factors-in-perimenopausal-women-300424170.html

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”