À medida que a expectativa de vida global aumenta, os adultos almejam manter um estilo de vida saudável e ativo para os anos quando aposentados. De fato, a pesquisa mostra que os adultos pensam, se sentem e se comportam cinco a dez anos mais jovens do que sua idade real. Mas novas descobertas de um artigo de revisão publicado na revista Age and Ageing mostram que aproximadamente 1 em cada 3 adultos com 50 anos ou mais sofre de sarcopenia, uma condição que poderia interferir com o envelhecimento e a capacidade dos adultos de viverem uma vida plena e ativa.

 

A sarcopenia, como é conhecida no campo médico, é uma condição quando uma pessoa tem perda progressiva de massa e força muscular. Apesar da prevalência da doença, o estudo descobriu que adultos que aumentaram a quantidade de exercícios de resistência, através de atividades como levantamento de peso, e incorporaram nutrição específica em suas dietas, como proteína, HMB* e aminoácidos essenciais (EAA), incluindo leucina, mostraram melhora da massa, função ou força muscular.

 

“A maioria das pessoas pensa que sarcopenia só impacta as pessoas em lares de idosos ou outras instalações de cuidados de longo prazo, mas essas descobertas mostram que isto não é o caso”, disse Robert H. Miller, Ph.D., da Abbott Nutrition. “É por isso que é importante para adultos e médicos levarem a nutrição a sério e avaliar se as pessoas estão recebendo os nutrientes necessários para manter a saúde muscular à medida que envelhecem.”

 

Manter a massa e a força muscular é importante para reduzir o risco de sarcopenia. Em média, os adultos perdem 8% do seu músculo por década a partir dos 40 anos; a taxa acelera a 15% por década a partir dos 70 anos. A perda do músculo pode afetar a energia e a habilidade de uma pessoa de executar atividades diárias, tais como andar, levantar-se de uma cadeira e segurar ou levantar objetos.

 

Adultos com perda muscular precisam manter a qualidade de suas dietas, garantindo proteína suficiente para satisfazer as necessidades dos seus corpos. Muitas organizações estão agora recomendando que a quantidade de proteínas diárias precise ser aumentada em pacientes idosos e frágeis, em comparação com os adultos mais jovens. Escolhas alimentares precárias e intolerâncias alimentares à medida que envelhecem são algumas mudanças que ocorrem, levando a deficiências nutricionais, se não abordadas através de dieta ou suplementação nutricional.

 

Para manter a saúde muscular à medida que envelhecemos, o artigo recomenda:

 

  • Aumentar a ingestão diária de HMB, proteínas e aminoácidos essenciais para ajudar a manter a saúde muscular, a qual ajuda a manter a força e funcionalidade física.
  • Incorporar treinamento de resistência na rotina de exercícios, o que pode melhorar a função muscular.

 

Fale com o seu médico para discutir outras maneiras de manter a saúde muscular e prevenir a sarcopenia.

 

* HMB é um metabólito dos aminoácidos da leucina e isoleucina que ocorre naturalmente no músculo e é encontrado em pequenas quantidades em alguns alimentos, como abacate, toranja e peixe-gato.

 

Traduzido por Essentia Pharma

 

Fonte:https://institutoflash786.org/2016/09/10/1-in-3-older-adults-suffer-muscle-loss/#more-10152

 

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essentia.”